Utilização do Hospital Joaquim Urbano, no Porto, como Unidade de Prevenção Contra o Coronavírus

Nos últimos dias temos assistido à forte propagação do Coronavírus em Portugal, que está mais concentrada a norte do país e que obrigou à montagem de tendas de hospital de campanha no recinto do Hospital de São João, no Porto.

Perante estes novos dados e perante a falta de medidas mitigadoras ou de antecipação que visem a protecção dos portugueses, o PDR considera urgente reactivar algumas das alas do Hospital Joaquim Urbano, no Porto, que está desactivado há cerca de um ano e meio e que era uma unidade especializada em doenças pulmonares e infecciosas.

O Hospital Joaquim Urbano continua a ser parcialmente utilizado, ainda que para outros fins, pelo que pensamos que reúne condições imediatas, ainda que temporárias, já que era um hospital que tratava de doenças infecciosas, para se abrirem salas de triagem para as pessoas potencialmente contaminadas aí se deslocarem, para que sejam efectivamente separadas dos utentes que utilizam um hospital que esteja em pleno funcionamento,  a fim de reduzirmos a possibilidade de contágio do coronavírus pela população em geral.

Feita a triagem no Hospital Joaquim Urbano, os pacientes que tivessem resultados positivos seguiriam para as unidades hospitalares que estão preparadas com os equipamentos necessários de protecção contra o coronavírus, a fim de puderem receber o tratamento clínico adequado.

Saudações Democráticas,

O Presidente