No dia 5 de Outubro de 1910, em Lisboa, era proclamada a República Portuguesa.

Um século depois, mais precisamente a 5 de Outubro de 2014, em Coimbra, o Dr. António Marinho e Pinto apresentava aos portugueses o PDR – Partido Democrático Republicano, sendo hoje em dia o seu Presidente honorário.

A nossa História pode ser recente, mas os princípios de quem é militante e simpatizante do partido são muito antigos, pois juntaram-se ao PDR para defender os valores da dignidade humana, da liberdade, da igualdade, da justiça e da solidariedade, algo que há muito está esquecido pelos partidos que têm governado Portugal nos últimos 46 anos.

Esta é uma das razões por que o PDR está mais actual do que nunca, pois, no ano passado, outro perigo apareceu, o do extremismo e de um novo aproveitamento político, que tem sido perpetuado por aqueles que não singraram nos partidos em que militavam e que, a reboque de um novidade perigosa, mas que tem convencido alguns mais incautos, saltitaram para outro partido, a fim de conseguirem proveitos próprios, exactamente aquilo que temos vindo a combater e que queremos erradicar da nossa sociedade.

Hoje o PDR está de parabéns, assim como todos os que continuam a acreditar que é possível construímos um Portugal melhor.

Viva a República. Viva a democracia. Viva o Partido Democrático Republicano.